sexta-feira, 2 de julho de 2010

Das maravilhas da ciencia
faço que desconheço
Passa um filme de Almodóvar
finjo que nunca vi
Dos meninos da escola
penso ter beijado apenas um
O que está derramado no chão
digo que nunca bebi
Meu amor marcado no corpo
profunda cicatriz
E eu me faço de besta
tal qual a vida
que apesar da morte
continua a estrada...

Um comentário:

Dual disse...

Sono arrivato qui navigando nel web..Ti lascio un salutino
Gio'

http://remenberphoto.blogspot.com/